sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Equipe de Jardel Guimarães prende dupla acusada de latrocínio


Delegado Jardel coordenou investigações
A Polícia Civil já tem sob custódia a dupla acusada de latrocínio em que foi vítima o jovem identificado como Jonatas Sousa Moraes, mais conhecido pelo apelido “Tatá”, assassinado a facadas e que teve o corpo ‘desovado’ em um matagal nas dependências do Clube dos 30, a seis quilômetros do centro de Itaituba, pela rodovia Transamazônica (BR-230), próximo ao núcleo do Instituto Médico Legal Renato Chaves (CPC/RC). O latrocínio ocorreu na madrugada da última sexta-feira (09), e as circunstancias ainda estão sendo apuradas com base nos depoimentos dos acusados, que estavam sendo monitorados a partir de informações coletadas pela equipe do delegado Jardel Guimarães, superintendente da Polícia Civil do Tapajós.


Desde o início das investigações, o desaparecimento da moto e do celular do jovem já encaminhava para a possibilidade de latrocínio, segundo informações da Polícia Civil. O corpo do rapaz foi encontrado na manhã de sexta-feira por três rapazes que, segundo informaram à polícia, estavam na área para catar castanhas. “Os rapazes informaram que perceberam marcas de sangue pelo chão, próximo ao salão do clube. Eles foram seguindo as marcas, que aparentavam ser de alguma coisa que foi arrastada, e depararam com o corpo atirado em um matagal ao lado da piscina”, disse o delegado Jardel, que coordenou as investigações, auxiliado pelo delegado José Dias Bezerra.



Prisão – Os dois acusados foram encontrados depois de um minucioso trabalho de investigação, que levou a equipe até a residência de um dos suspeitos, identificado como Adalberto Pereira Soares, conhecido por “Junior”, onde a moto foi encontrada na madrugada de hoje (terça-feira, 13). O acusado recebeu voz de prisão e a polícia identificou o segundo acusado, o adolescente R. P., de 14 anos de idade. Ambos foram conduzidos à Seccional de Polícia, onde “Junior” foi autuado por latrocínio e R. P. submetido a procedimento especial por ser menor de idade. As informações foram repassadas pela equipe do delegado Jardel Guimarães. (Por: Mauro Torres)

Nenhum comentário:

Postar um comentário