quinta-feira, 19 de março de 2015

Eraldo: Violência domina Transamazônica

O deputado Eraldo Pimenta (PMDB) subiu à tribuna ontem, na Assembleia Legislativa, para fazer cobranças ao Governo do Estado, pela sua ausência em relação aos trechos da rodovia Transamazônica que compreendem municípios do oeste paraense, assolado em situações de violência cada vez mais graves.
“Houve um grande assalto em Rurópolis há poucos dias, outro em Placas, uma ex-vereadora assassinada em Brasil Novo... As famílias estão preocupadas, inseguras! E tudo isso em uma região que tem recebido altos investimentos por causa de Belo Monte, da BR-163, que escoa boa parte da exportação. A Norte Energia deu R$ 100 milhões ao Estado para investir em segurança, o que foi feito disso? Há um trecho de estrada entre Medicilândia e Uruará com dezenas de caminhões parados porque as obras de pavimentação foram paradas por motivos considerados escusos.
É para causar indignação, salta aos olhos”, detalhou o parlamentar, que garante estar preparando uma convocação para que o titular da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social compareça à casa para prestar explicações sobre o assunto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário