terça-feira, 31 de março de 2015

Moto-condutores pedem justiça pelo assassinato de colega

Itaituba vem sendo cenário de violência com o registro de muitos assaltos, homicídios e assassinos evadidos. A maioria são crimes banais onde o valor da vida é apenas uma representação simbólica. A sociedade apreensiva acompanha essa nova onda: são assaltos à mão armada e assassinatos.



Abel Asnério da Silva Vidal é mais um nome que compõe essa estatística do crime em Itaituba. Servidor público lotado na câmara municipal de Itaituba, Abel procurava aumentar a renda familiar como moto-condutor. Nessa atividade pegou um passageiro em percurso vulnerável, entroncamento da Rodovia Transamazônica (com estrada de Barreiras), o que foi fatal. Ele foi morto dia 28 com facadas nas costas, pescoço e parte frontal. Foram aproximadamente 18 perfurações na vitima.



Mostrando indignação, colegas que atuam também como moto-condutores realizaram terça-feira pela manhã uma passeata pelo centro da cidade pedindo elucidação do caso. Eles fizeram uma parada em frente a câmara municipal onde solicitaram que os vereadores os acompanhassem até a delegacia de polícia. Os vereadores formaram uma comissão para acompanhar o caso.
Do tapajos em foco 

Nenhum comentário:

Postar um comentário