quarta-feira, 29 de julho de 2015

D. Cláudio Hummes está em Itaituba

Ao lado de seu anfitrião D. Wilmar Santin, o cardeal D. Cláudio Hummes concedeu entrevista coletiva à imprensa de Itaituba na manhã de hoje.

D. Cláudio respondeu a perguntas que foram desde a posição da Igreja Católica em relação às consequências dos grandes empreendimentos na região sobre as comunidades que serão atingidas, até a falta de sacerdotes da Amazônia, problema que a Igreja enfrenta há décadas.

O cardeal ressaltou que, no tocante as grandes obras, como a hidrelétrica de São Luiz, fala-se em ouvir as comunidades, mas esse é um conceito muito vago.

Sobre a falta de sacerdotes, D. Cláudio disse que a Igreja Católica tem dificuldades de resolver, porque a formação de um padre é um processo demorado.

Parte da solução está na formação de diáconos casados, residentes na comunidade que vão servir, o que já vem sendo implementado.

Ele também tratou de sua relação próxima com a Amazônia, e com esta região em particular, que conhece desde 1984, quando fez sua primeira visita, tendo conhecido um religioso que conheceu bem, D. Tiago Ryan, do qual foi amigo.

Ele visitou, recentemente, todas as prelazias e dioceses do estado do Amazonas e algumas do Pará e do Maranhão.

Ele é presidente da Comissão para a Amazônia, da CNBB.


Hoje à tarde visitará o interior na companhia de D. Wilmar, retornando no sábado.

---------------------------------------
Não se esqueça dos pobres!

Na abertura da coletiva, o bispo prelado de Itaituba lembrou que D. Cláudio Hummes, pouco depois da eleição do papa Francisco, pediu ao pontífice: "não se esqueça dos pobres".

O papa tem levado muito a sério esse pedido do cardeal brasileiro.

do blog do jota parente.. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário