domingo, 12 de julho de 2015

Polícia procura grupo que assaltou agência bancária em Trairão

Policiais Civis e militares deram continuidade neste sábado (11) às operações de busca pelo grupo que assaltou a agência bancária do Bradesco no município de Trairão, no sudoeste do Pará. Segundo a Polícia Civil, cinco homens armados invadiram a agência e fugiram por uma área de mata. Ninguém foi preso até a manhã deste sábado.
saiba mais

Segundo o Delegado Sílvio Birro, que atua na operação de busca, a Polícia Civil ainda colhe depoimentos de testemunhas que possam ajudar a esclarecer o caso e o paradeiro dos envolvidos. Policiais de Santarém, Itaituba eBelém foram enviados ao município para prestar apoio às buscas.

De acordo com informações da Polícia Civil, cinco homens armados invadiram o estabelecimento rendendo funcionários e clientes. O gerente da agência foi baleado durante a ação. Durante a fuga, clientes da agência foram feitos reféns e usados pelo grupo como escudo humano. Uma mulher que tentou registrar a fuga foi atingida de raspão por um tiro.

O gerente Rodrigo Wadler Lima Coutinho, de 28 anos, que foi baleado nas pernas, foi transferido no início da tarde de sexta-feira (10), para Santarém, oeste paraense, passou por cirurgia e segue internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Municipal de Santarém (HMS). Segundo a assessoria de imprensa da unidade, o estado dele é grave e não tem condições de ser transferido.

O Bradesco informou que presta todo o apoio necessário ao funcionário do banco e não divulgou o valor levado pelos assaltantes. Segundo o banco, o atendimento ao público será retomado na segunda-feira (13).

Nenhum comentário:

Postar um comentário