terça-feira, 28 de julho de 2015

Servidores do Incra em Santarém entram em greve


Os servidores do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em Santarém, oeste do Pará, entraram em greve nesta segunda-feira (27). A mobilização é em defesa da 
Os servidores pedem ainda a realização de um amplo concurso público. De acordo com o sindicato, no período de 2004 a 2014, o Incra perdeu 2.526 servidores em todo o país, por ocasião de aposentadorias e desligamentos. Os concursos públicos realizados não foram o suficiente para suprir a necessidade.


De acordo com o representante do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Federal do Pará, seção Santarém, Abdik Santos, não há uma estimativa de quantos servidores aderiram à greve. “Os peritos federais agrários ainda estão aguardando um aceno do sindicato nacional. Por se tratar de uma outra categoria, ainda estão fazendo essa discussão e vão postergar até o dia 30 [de julho] quando terão uma última reunião com o governo”, afirmou.
Os servidores decidiram entrar em greve no dia 22 de julho. Eles se juntam agora aos servidores do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) e da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), que também estão em greve. Eles pedem salário unificado, o que corresponde ao reajuste de 27,3% para 2016.
Em nota, a assessoria do Incra em Brasília informou ao G1 que as demandas relacionadas à reestruturação das carreiras do órgão estão sendo tratadas pelo órgão e o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), para posterior encaminhamento ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG).

Nenhum comentário:

Postar um comentário