sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Preso aproveita atividade fora do presídio para fugir

Antonio Glenilson Marinho cumpre pena no centro de recuperação de Itaituba pelo crime de trafico de drogas e assalto a mão armada. Ele recebeu a oportunidade de participar do projeto de ressorcialização denominado “conquistando a liberdade”. Acontece que o preso levou o nome do projeto ao pé da letra e resolveu realmente ganhar a liberdade sem cumprir o que determina a lei. Antonio aproveitou uma saída temporária para atividades sociais que estão ligadas ao programa na escola tecnológica de Itaituba ETEEPA, momento em que conseguiu despistar agentes prisionais e policiais que faziam a vigilância de sete internos do sistema penal.  O preso pediu para ir ao banheiro e conseguiu fugir das autoridades, ganhando a mata fechada como esconderijo. Agora Antonio é considerado foragido e pode perder  benefícios e ainda ter a pena agravada. O diretor da unidade prisional alegou que não houve falha na segurança, e acrescentou que não compreende a decisão do interno que já teve outras oportunidades de saída e estaria prestes a ganhar liberdade condicional.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário