segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Boto Tucuxi é o grande campeão do Festival do Sairé 2015

Terminou por volta das 17:30 horas desta segunda-feira (21) a apuração da disputa dos botos Cor de Rosa e Tucuxi, no Festival do Sairé, em Santarém. O Boto Tucuxi foi o grande campeão, com 475 pontos, contra 456 obtidos pelo Boto Cor de Rosa, uma diferença de 19 pontos.
As apresentação dos botos Cor de Rosa e Tucuxi simbolizaram o lado profano da maior manifestação cultural do Estado do Pará. Três jurados avaliaram 17 itens, atribuindo notas de 7 a 10.



Os itens foram: Apresentador, Cantador, Rainha do Sairé, Cabocla Borari, Curandeiro, Rainha do Artesanato, Boto Homem Encantador, Boto Animal Evolução, Rainha do Lago Verde, Carimbó, Organização do conjunto folclórico, Alegorias, Letra e Música, Ritual, Torcida. O quesito Sedução entrou pela primeira vez como item de avaliação.

Na tarde desta segunda-feira, 21, os envelopes contendo as notas dos jurados foram abertos e a torcida do Boto Tucuxi fez a festa. Atualmente, o Cor de Rosa é detentor de nove títulos, contra oito do boto Tucuxi.
Clima tenso entre as duas torcidas durante a contagem dos votos
Clima tenso entre as duas torcidas durante a contagem dos pontos
FIQUE POR DENTRO: Encanto, sedução, além da mistura de dança e ritmo de carimbó marcaram a disputa dos botos Cor de Rosa e Tucuxi, que aconteceu na noite de sábado, 19, no Sairódromo, na Vila Balneária de Alter do Chão, conhecida internacionalmente como o “Caribe Brasileiro”. Durante a disputa dos botos no Sairé de Alter do Chão, as apresentações de personagens, como a Cabocla Borari, Curandeiro, Rainha do Artesanato, Rainha do Lago Verde, além dos botos Homem e Animal levaram o público ao delírio.
Com o tema intitulado “Carimbó, a festança do Sairé”, o Boto Cor de Rosa foi o primeiro a se apresentar no Sairódromo. O aquecimento da associação folclórica iniciou por volta de 21h30, enquanto que a apresentação oficial começou as 22h, encerrando as 24h. Enquanto aconteceu as apresentações dos 17 itens do Cor de Rosa, para a pontuação dos jurados, a galera do boto Tucuxi se manteve quieta.
Cada boto teve duas horas para se apresentar, mas o Rosa usou menos que isso, uma hora e 46 minutos.
Após a limpeza do Lago dos Botos, iniciou o aquecimento oficial do boto Tucuxi, por volta de 00h, de domingo. O Tucuxi defendeu o tema “O encanto da Amazônia”. Depois de apresentar os 17 itens aos jurados, o Tucuxi encerrou sua participação no Sairé deste ano, por volta de 02h30, de domingo, 20. O Tucuxi abusou das cores e levou mais de 700 brincantes para o Sairódromo. De início, mostrou a encenação de um ritual de iniciação indígena. As alegorias eram gigantescas. Uma enorme barca apresentou o símbolo do Divino Espírito Santo. De dentro da alegoria saiu a Rainha do Sairé, Ana Lucila. A cena lembrou o rito religioso da festa, quando a Saraipora carrega o arco da Santíssima Trindade, que é o símbolo máximo da festividade.
Fonte: RG 15/O Impacto

Nenhum comentário:

Postar um comentário