terça-feira, 1 de setembro de 2015

Estado realizou fiscalização em dragas no rio Tapajós

A secretaria de meio ambiente do estado do Pará e a delegacia de meio ambiente da polícia civil do estado realizaram conjuntamente uma grande fiscalização nas dragas e balsas que exploram ouro ao longo do rio tapajós.
Foram dois dias de visita aos locais de exploração de ouro, realizado através de pequenas balsas e grandes dragas que sugam minério do fundo do rio. A equipe de fiscais teve dificuldades para chegar até estes locais, mesmo assim, ouves autuações e flagrantes. 
O secretario de meio ambiente do município diz que a fiscalização desta atividade e de inteira competência do estado, mas afirmou que SEMMA deu suporte a equipe do estado durante a operação. Para ele "este trabalho é essencial frente aos impactos que esta atividade representa", Hilário Vasconcelos  diz que existe dificuldades em realizar este tipo de fiscalização e que muitas vezes os ilegais recebem apoio de quem não deveria dar, inclusive de moradores das áreas prejudicadas por este processo de degradação. 
entretanto, ao que parece, parte dos exploradores de ouro foi avisada previamente. Muitas dragas saíram dos locais onde exploravam ouro, e foram encontradas vários equipamentos  parados, inclusive na área do lago bom jardim.   

Agora a equipe de fiscalização esta com base de atendimento na delegacia local. Estão sendo ouvidos garimpeiros e donos de dragas, onde houve fiscalização. O trabalho deve servir de alerta para aqueles que contariam o que determina a lei ambiental.

A exploração ilegal de ouro ao longo do rio tapajós vem sendo tema de debate há bastante tempo. De um lado, órgãos de fiscalização, preocupados com as conseqüências ambientais, de outro, garimpeiros que tentam conquistar o ouro fugindo da fiscalização. Eles alegam excesso de burocracia e falta de apoio das autoridades. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário