sábado, 24 de outubro de 2015

OAB de Itaituba promove curso sobre defesa oral nos tribunais togados

Advogado Osvaldo Serrão ministrou curso
Advogado Osvaldo Serrão ministrou curso
“Na busca de conhecimentos e aperfeiçoamento devemos ser cobaias de nós mesmos”. Para promover reflexões sobre a importância do desafio de saber falar bem, o advogado Osvaldo Serrão ministrou um mini curso aos advogados (as) de Itaituba numa iniciativa da OAB – Subseção Itaituba, em parceria com a OAB – Pá, com Defesa oral nos tribunais togados, para uma Sustentação Oral e Ampla Defesa visando orientar o profissional do Direito de como pode e deve proceder quando numa defesa oral com juízes togados. O curso ocorreu na manhã de sexta-feira, dia 23, na sala de júri da Comarca de Itaituba.

Sobre a deficiência da matéria, Oswaldo Serrão criticou o fato dos cursos de direitos no País não terem inseridos a disciplina de oratória
Osvaldo Serrão, um reputado profissional do Direito com 40 anos de atuação, alertou aos presentes de que o recurso não se esgota apenas com o que foi escrito, enfatizando ainda que comunicação verbal de sucesso requer técnica. Para o advogado, ainda é elevado o número de profissionais do Direito que tem pânico em fala, o medo de falar em público, mas adverte que o advogado (a) deve ser um personagem da tragédia e para isso fortalecer no seu autodidatismo a consciência de que precisa aprender e para isso deve estudar as técnicas que podem produzir uma bela peça de oratória.
O palestrante explicou que o curso de oratória foi adaptado para ser mais sintético, mas que o que utilizou no mini curso abrirá novas perspectivas, já que de fato todos nós desconhecemos as técnicas da comunicação e que para isso é preciso treinamento, prática, pesquisa etc…
Para o palestrante, a fala vem depois do pensamento. Então, se faz necessária uma mudança de paradigmas entre pensamento/comportamento e que o êxito desse aprendizado dependem muito do efeito repetição.
Para o palestrante, o advogado ou advogada despreparado pode se frustrar com um discurso capenga, o que não é recomendável numa defesa oral.
Para a presidente da OAB-Subseção de Itaituba, o sucesso do curso é reflexo do alto nível de todos os profissionais de Direito que atuam na Comarca local, que sempre estão se preparando, se adequando para prestar um serviço de qualidade.
Antes do término do curso, o presidente da OAB e o advogado Osvaldo Serrão entregaram à presidente da OAB local, Dra Cristina Bueno, um certificado que a torna sócia benemérita da Academia de Juristas do Pará. Das mãos do advogado Jefferson Barcelar, a presidente da OAB recebeu dois exemplares de livros versados sobre direitos, produzidos pela Escola Superior de Advocacia.
Na seqüência, após um breve intervalo, o ministrante do mini curso convidou as advogadas Vivian e Suzy para demonstrar na prática, dinâmicas que podem ajudar a quebrar bloqueios emocionais para quem tem dificuldades de falar em público. Finalizando o curso, Osvaldo Serrão mais uma vez reiterou que qualquer profissional da área De direito ou de outra área pode se tornar um excelente orador, já que discurso é técnica e não magia, sendo, portanto, importante o exercício constante uma boa ferramenta para quem precisa fazer da fala um componente profissional.
Por: Nazareno Santos
Fonte: RG 15/O Impacto

Nenhum comentário:

Postar um comentário