domingo, 1 de novembro de 2015

Distrito de Miritituba vira bordel a céu aberto

Vereadora Célia Martins
Vereadora Célia Martins
Gigantes da logística descobrem Miritituba como maior corredor do transporte de grãos da América Latina. Essa e outras manchetes que trouxeram um prenúncio de prosperidade e desenvolvimento para o Distrito de Miritituba, mas passada a euforia das falsas previsões hoje transforma o município de Itaituba e região num verdadeiro muro de lamentações quanto ao bônus que não chega.
E para completar a dose, a prefeita Eliene Nunes, demonstrando não ter traquejo de gestão e ainda por cima demonstrando ser péssima negociadora, assinou convênio com a ATAP onde a Associação se comprometia em devolver para Itaituba cerca de 12 milhões de reais, um escambo que hoje vem gerando críticas e cobranças por parte da Câmara de Vereadores.
A assinatura de Convênio, para muitos, transformou Itaituba numa espécie de São Lázaro da política, se contentando com as migalhas que caem do banquete dos suntuosos investimentos que estão beneficiando apenas Mato Grosso e outras regiões do País.
Na sessão da Câmara Municipal de Itaituba, de terça-feira, dia 27, a vereadora de Miritituba, Célia Martins, fez duras críticas contra a ATAP, afirmando que a Associação vem tapeando o Município por não estar cumprindo os acordos assinados no Convênio, na época em que era presidente o atual Secretário de Estado, Kleber Menezes. Célia disse que Miritituba virou um imenso bordel a céu aberto, com alto índice de prostituição envolvendo caminhoneiros, sem falar no verdadeiro estado de caos em que vem se transformando aquele Distrito.
O vereador Peninha, que faz oposição à prefeita Eliene Nunes, disse que a Prefeitura fez um péssimo negócio com a ATAP, assinando Convênio que não garante ganhos reais ao Município. Peninha afirmou, ainda, que “Eliene Nunes vem governando de costas para o Poder Legislativo”, pois agindo de maneira unilateral não envolveu a Câmara no processo de discussão e assinatura do Convênio com a ATAP, que para os vereadores estaria de fato tapeando os interesses de Itaituba mediante altos investimentos e dando apenas migalhas como forma de compensação.
A ATAP já foi convocada, mas nunca se fez presente na Câmara Municipal para se justificar em relação às cobranças que estão sendo feitas.
Por: Nazareno Santos
Fonte: RG 15/O Impacto

Nenhum comentário:

Postar um comentário