terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Eleitor poderá auditar urnas eletrônicas nas eleições de 2016

O Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA) lançou nesta terça-feira (1º) o PlanoIntegrado de Eleições para 2016. O documento inclui alterações que irão afetar a rotina de eleitores e de candidatos ao próximo pleito, que elegerá prefeitos e vereadores nos 144 municípios do estado. Medidas foram tomadas para aumentar a lisura do processo de apuração.
De acordo com o assessor de planejamento do TRE-PA, Eduardo Araújo, após a votação a urna irá imprimir um papel com um código, que poderá ser lido por aparelhos celulares. O tribunal garantiu, ainda, que a votação será eletrônica em todo estado, apesar do judiciário ter afirmado que a utilização de urnas eletrônicas seria inviabilizada por cortes no orçamento.

"Para esse ano de 2016, no resultado da urna eletrônica, no boletim de urna, vai ser disponibilizado um código QR 2D, em que o eleitor, por meio do seu smartphone, vai poder estar fazendo o escaneamento e ter acesso aos resultados. É como se fosse uma auditoria, sessão por sessão eleitoral. Então é mais uma forma do eleitor estar inserido nesse processo", explicou Araújo em entrevista ao Jornal Liberal 1ª Edição desta terça.

Eleições 2016
Em 2016 mais de 5,2 milhões de eleitores paraenses vão para as urnas eleger prefeitos e vereadores nos 144 municípios do estado. Na manhã desta terça, o TRE-PA já havia garantido que todo o processo eleitoral será feito de forma eletrônica no estado, apesar da portaria publicada no "Diário Oficial da União" de segunda-feira (30), informando o bloqueio de R$ 1,7 bilhão do orçamento do Judiciário.

O Tribunal Regional Eleitoral do Pará também prevê, para o próximo mês de maio, o lançamento do Portal do Candidato, que irá dar apoio aos candidatos e terá informações de como proceder durante todo o processo eleitoral.

Nenhum comentário:

Postar um comentário