sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Itaituba: 53º Batalhão de Infantaria tem novo comandante


TENENTE CORONEL ROBERTO GUARINO JUNIOR ASSUME O COMANDO DO 53º BIS, SUBSTITUINDO O TENENTE CORONEL MARCELO BOGÉA. A CERIMÔNIA FOI PRESIDIDA PELO GENERALCOMANDANTE DA 23º BRIGADA DE INFANTARIA >>> O 53º Batalhão de Infantaria de Selva é organização subordinada à 23ª Brigada de Infantaria com a área de abrangência mais extensa. Por essa condição, o alto comando do Exército na Amazônia sempre teve uma preocupação especial em manter essa unidade qualificada para atuar em qualquer situação, seja no seu ambiente ou em missões especiais, dentro e fora do país, como a Missão Haiti, que já empregou milhares de homens do Exército na tarefa de reconstrução de um país massacrado por uma guerra civil. Para os oficiais que assumem o comando dessa unidade, a tarefa é nobre, mas se resume em um grande desafio. Por via de regra, o oficial superior passa dois anos à frente do batalhão, quando é substituído e transferido para outra missão, em muitos casos ainda mais desafiadora. É o caso do tenente-coronel Marcelo Benassuly Bogéa, que deixa o comando do 53º BIS e parte para o Comando de Operações Especiais, em Goiânia. Foram dois anos que, segundo o coronel, serviram de preparação para mais uma etapa de sua carreira militar.
A troca de comando foi presidida pelo general Anisio David de Oliveira Junior, comandante da 23ª Brigada. O roteiro da cerimônia obedeceu ao tradicional. Despedida do ex-comandante e apresentação do oficial que assume o comando. Na ocasião, o general David apresentou uma comenda elogiosa ao coronel Marcelo Bogéa, pelo seu desempenho à frente do 53º BIS. Em seguida, aconteceu a cerimônia forma de troca de comando, com os coronéis se apresentando ao oficial general superior. O tenente-coronel Roberto Gurino Junior assume o comando do 53º BIS com a vantagem do vasto conhecimento da Amazônia, já que está vindo de Manaus, e também por já ter passado por aqui, nos anos de 2010 e 2011, quando foi subcomandante do 53º BIS.

Flagrante da cerimônia formal de troca de comando


A cerimônia também contou com a presença de autoridades, familiares de militares e convidados da sociedade. Estiveram presentes o tenente coronel Luis Cléber Barbosa, comandante do 15º BPM; o major Nei Tito da Silva Azevedo, comandante do 7º GBM; o bispo da Prelazia de Itaituba, dom Wilmar Santim; os empresários Ivo Lubrinna de Castro e Francisco Trentino, além de vários amigos do BatalhãoTapajós. Na sequência da programação, foi proferida a Oração do Guerreiro de Selva; foram entoadas canções marciais e o batalhão desfilou em continência ao Pavilhão Nacional, em respeito ao general de Brigada e recepcionando o novo comandante.
Tenente Coronel Marcelo Benassuly Bogéa
Ex-comandante do 53º Batalhão de Infantaria de Selva
Tenente Coronel Roberto Guarino Junior
Comandante do 53º Batalhão de Infantaria de Selva

General de Brigada Anísio David de Oliveira Junior
Comandante da 23ª Brigada de Infantaria de Selva

extraído do blog do Mauro Torres 

Nenhum comentário:

Postar um comentário