Mais uma vez, o Ministério Público Federal (MPF) lembrou às autoridades responsáveis pelo patrimônio a importância histórica e arquitetônica da Vila de Fordlândia, no município de Aveiro, oeste do Pará. 
Criada por Henry Ford nos anos 30, a vila deveria funcionar como um centro de produção de borracha para o mercado americano. Chegou a ter fábricas, restaurantes, praças, cinemas, dormitórios e funcionários, antes de virar uma cidade fantasma encravada na margem do rio Tapajós.

Um dos trechos mais críticos fica na região Oeste do Pará
Campo Belo, o mais novo bairro de Itaituba, está chamando a atenção dos empresários da região. Lançado recentemente, mais de 90% dos espaços comerciais estão negociados. Entre outros, já estão garantidos supermercado, farmácia, posto de gasolina e salão de beleza. Até mesmo a Faculdade de Itaituba já anunciou planos de lançar uma nova unidade dentro do bairro e, para isso, adquiriu uma quadra inteira do empreendimento.
Vale lembrar que o projeto de Campo Belo, além dos espaços comerciais, tem previstos diversos espaços de lazer. São áreas verdes, reserva ecológica, quadras esportivas, locais para caminhadas e muito mais. Com tudo isso, parece que os futuros moradores terão poucos motivos para sair do bairro.
Os associados do Sindicato dos Trabalhadores na Educação do Estado do Pará voltaram a se reunir na quarta feira ultima para discutir o percentual do reajuste salarial dos servidores do município de Itaituba. Poucos associados compareceram a assembleia e a Coordenadora Suely Souza, acusa a administração municipal, através da SEMED, ter desmobilizado a convocação dos servidores.

Entretanto, mesmo o pouco comparecimento de associados, os que estiveram presentes na assembleia, decidiram em propor o percentual de 25% para o reajuste salarial dos servidores do município de Itaituba.

Delegado Jardel coordenou investigações
A Polícia Civil já tem sob custódia a dupla acusada de latrocínio em que foi vítima o jovem identificado como Jonatas Sousa Moraes, mais conhecido pelo apelido “Tatá”, assassinado a facadas e que teve o corpo ‘desovado’ em um matagal nas dependências do Clube dos 30, a seis quilômetros do centro de Itaituba, pela rodovia Transamazônica (BR-230), próximo ao núcleo do Instituto Médico Legal Renato Chaves (CPC/RC). O latrocínio ocorreu na madrugada da última sexta-feira (09), e as circunstancias ainda estão sendo apuradas com base nos depoimentos dos acusados, que estavam sendo monitorados a partir de informações coletadas pela equipe do delegado Jardel Guimarães, superintendente da Polícia Civil do Tapajós.