Deputados da Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa) reuniram-se, ontem, com diretores da Celpa, para ouvir as justificativas para o elevado preço da tarifa de energia paga pelos paraenses. Os representantes da companhia foram recebidos pelos deputados Celso Sabino (PSDB), Airton Faleiro e Dirceu Ten Caten, ambos do PT. Os parlamentares, no entanto, consideraram infundadas e insuficientes as justificativas do diretor comercial, Augusto Dantas, e do diretor de relações institucionais da concessionária de energia, Mauro Chaves. Por isso, uma sessão especial será realizada até o início de março, na Alepa, para a qual o presidente da Equatorial, a controladora da Celpa,  Firmino Ferreira Sampaio Neto, será convocado a esclarecer as pendências. Caso as explicações apresentadas sejam consideradas novamente sem fundamento, deputados da Alepa pretendem propor a instauração de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), a fim de apurar as falhas na gestão da companhia, que, consequentemente, ocasionam no aumento do custo da tarifa.