O Ministério Público Federal enviou comunicado à Justiça Federal em Itaituba informando que a Fundação Nacional do Índio (Funai) descumpriu sentença que obrigava a publicação, em 15 dias, do Relatório Circunstanciado de Identificação e Delimitação (RCID) da Terra Indígena Sawré Muybu, dos índios Munduruku. Há intensa pressão de setores do governo federal para que a demarcação não prossiga, para permitir a instalação da usina hidrelétrica São Luiz do Tapajós, que alagaria três aldeias indígenas.

A Funai foi intimada da sentença judicial, obrigando o prosseguimento da demarcação, no dia 21 de julho passado. A Justiça deu prazo de 15 dias para que o relatório, pronto desde 2013, fosse apreciado e publicado. O prazo venceu ontem, dia 5 de agosto. Em vez de dar prosseguimento à demarcação, a procuradoria da Funai pediu a suspensão da sentença ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região. Para o MPF, deve ser aplicada imediatamente a multa diária de R$ 3 mil e enviada intimação à Funai para que cumpra a decisão.

Duas pessoas foram condenadas por vender leito de hospitais no município de Santarém, no Baixo Amazonas, segundo informações do Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJPA). As condenadas são a técnica em enfermagem Ivanir Nogueira da Silva e Raimunda Assunção Sussuarana da Silva. 
Ivanir foi condenada por receber dinheiro para facilitar a transferência de pacientes do Hospital Municipal ao Hospital Regional do Baixo Amazonas. Já Raimunda Assunção Sussuarana da Silva por intermediar a negociação entre Ivanir e familiares de um paciente. 
Aeroporto de Itaituba
O Pará será contemplado com a construção e reforma de 24 aeroportos dentro dos 270 pontos de embarque e desembarque de aeronaves que serão construídos em todo o país pelo Plano de Incentivo à Aviação Regional, desenvolvido pelo Governo Federal em parceria com os governos estaduais. A iniciativa foi confirmada na tarde desta quarta-feira, quando o governador Simão Jatene recebeu uma equipe da Secretaria de Aviação Civil (SAC), que veio ao Pará para dar continuidade ao plano de investimento em logística na parte dos aeroportos regionais.
Os municípios beneficiados são Almeirim, Altamira, Breves, Cametá, Castanhal, Conceição do Araguaia, Dom Eliseu, Afuá, Itaituba, Jacareacanga, Marabá, Monte Alegre, Novo Progresso, Oriximiná. Oriximiná-Porto de Trombetas, Ourilândia do Norte, Paragominas, Paraubepas, Redenção, Rurópolis, Santana do Araguaia, Santarém, São Felix do Xingu e Tucuruí.