Os professores e servidores do IFPA, lotados no campus de Itaituba completaram 40 dias de greve.  Eles reivindicam reajuste salarial e outros benefícios.
Os trabalhadores da instituição decidiram aderir à paralisação no dia 14 de setembro, iniciada nacionalmente no dia 28 de maio. Os professores do campus alegam que estão de acordo com as reivindicações e tem também uma pauta local. 
Entre as reivindicações do Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (Sinasefe-PA), que coordena o movimento grevista, estão o estabelecimento de jornada de 30 horas semanais para todos os técnicos administrativos; definição de carreira única dos trabalhadores da educação federal com reestruturação das carreiras dos técnicos administrativos e docentes; isonomia de tratamento entre os docentes de carreira com os docentes do magistério superior. 
Juiz Alexandre Hiroshi Arakaki
Juiz Alexandre Hiroshi Arakaki
Uma área de terra, adquirida pela empresa ODERBRECHT TRANSPORT S/A na área portuária de Miritituba, no município de Itaituba, no Pará, teve sua matricula bloqueada pela Justiça de Itaituba. A área foi adquirida pela empresa de terceiros, por um valor bem alto, comenta-se em R$ 26.000.000,00, porém, o caso foi parar na Justiça, por conta da suspeita de uma procuração, supostamente falsa, expedida pelo Cartório do distrito de Brasília Legal.
Consta no processo, que o senhor Manoel Raimundo, proprietário originário da área, fez negócio com Francisco Ribeiro, dando-lhe uma procuração.