O Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público do Estado do Pará (MPE) emitiram recomendação conjunta para que Santarém e Itaituba, municípios localizados no oeste e sudoeste do Estado, respectivamente, tenham um plano emergencial de ação para prevenção e controle de queimadas.

Segundo o documento, a expressiva elevação de focos de incêndio está gerando consequências nocivas ao meio ambiente e levando fumaça para a zona urbana das cidades, que provoca danos à saúde da população, principalmente idosos e crianças. Além disso, as queimadas reduzem a visibilidade das estradas e aeroportos.
Inúmeros problemas como: Falta de juízes, prédios em graves estado de abandono, melhorias nas infraestruturas dos prédios do Judiciário, obras inconclusas iniciadas pela gestão anterior, não nomeação de juízes e serventuários aprovados em concursos públicos.