31 internos da cadeia publica recebem amanha o direito a saída temporária para passar o final de ano com a família.
A saída temporária é um beneficio concedido a presos de bom comportamento que tenham cumprido parte da pena sem registros de episódios problemáticos na unidade penal. A avaliação de quem pode sair é feita pelo juiz de execuções penais que comunica a autorização a direção do presídio.
Da casa de recuperação de Itaituba sairão 31 internos. Eles terão oportunidade de passar o natal e o ano novo com a família e retornam somente em janeiro para cumprir o resto da pena. Quem não voltar poderá ter a pena agravada e será considerado foragido e ainda não terá oportunidade de novas saídas.
A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) divulgou ontem o 13º Informe Epidemiológico sobre a situação da dengue, zika e chikungunya no Pará. Segundo esse boletim, o Estado tem 4.780 casos confirmados até 18 de dezembro, um aumento de 48,35% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram registradas 3.222 ocorrências.
Ao todo, 5 mortes por dengue foram confirmadas este ano, sendo duas na capital e 3 em Altamira, Irituia e Rurópolis. A morte ocorrida em Breves, relatada no último informe, foi descartada por ter tido resultado laboratorial para leptospirose.