quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Homem sequestra e mata ex-mulher e depois comete suicídio

Gilberto de Oliveira matou com dois tiros Fabiana da Silva (detalhes) e depois se matou com tiro no ouvido
Gilberto de Oliveira matou covardemente sua ex-companheira Fabiana da Silva (detalhes)
Um crime bárbaro chocou o município de Novo Progresso na terça-feira, 05 de janeiro e deixou em desespero familiares e amigos das vítimas. Fabiana de Paula da Silva, de 32 anos, foi sequestrada pelo ex-marido Gilberto de Oliveira, de 45 anos, que não concordava com a separação. Ela foi brutalmente assassinada e o ex-marido também se suicidou.
O sequestro aconteceu na segunda-feira, dia 04. A Polícia Militar e a Polícia Civil não conseguiram encontrar a tempo o cativeiro para onde a mulher foi levada. Na terça-feira chegou a trágica notícia: os dois foram encontrados mortos com tiros na cabeça. Segundo informações, o casal não vivia mais junto há cerca de três meses e Gilberto tinha ciúmes da ex-mulher.

Depois de disparar contra a ex-companheira Fabiana da Silva, Gilberto teria ligado para a Polícia dando detalhes do local do crime e, ao ouvir a chegada de policiais ele efetuou um disparo em sua própria cabeça, tirando sua vida. Isso aconteceu por volta das onze da manhã de terça-feira, dia 05.
Antes de matar a ex- mulher, que passou a noite sendo humilhada, Gilberto fez com que ela ligasse para os filhos e pais se despedindo. Eles já estavam separados e ele ainda tinha muito ciúme da ex que não queria mais nada com o mesmo.

FATOS: Segundo informações da Delegacia de Polícia Civil de Novo Progresso, o pai de Fabiana da Silva, registrou um B.O dizendo que sua filha tinha sido seqüestrada, por volta das 15:30 horas de segunda-feira, dia 04. No BO o pai informa que ela tinha sido levada por seu ex-marido Gilberto de Oliveira, onde informou também, que os dois estavam separados há três meses, mas Gilberto nunca aceitou a separação.
Segundo informações. Gilberto comprou um chip de celular e ligou para a ex-esposa Fabiana, alegando ser marido de uma cliente dela. Ao chegar no endereço fornecido por Gilberto, o mesmo a rendeu com uma arma de fogo e a levou para um local desconhecido.
Na segunda-feira (04/01), pela manhã, a Polícia Militar fazia buscas próximo a empresa GEO, às margens da BR-163, onde no local existe um morro e que supostamente Gilberto mantinha Fabiana presa sob a mira de um revólver calibre 38. Por volta das 10:30 horas da manhã de terça-feira (05), o major Furtado escutou disparos de arma de fogo próximo aonde estavam fazendo as buscas. Quando chegaram ao local encontraram Gilberto e Fabiana já mortos. Gilberto efetuou dois disparos de 38 na sua ex-esposa e um no seu ouvido. Logo após, a Polícia Civil também esteve no local aonde acharam a arma do crime e um celular que vai ser encaminhado para a perícia. O referido celular pertencia à Fabiana, que estava sendo usado por Gilberto para mandar mensagens desde o início do sequestro para parentes da ex-esposa, com mensagens: “VOU MATAR ELA E DEPOIS VOU ME MATAR TAMBÉM”. O fim desse seqüestro foi trágico, com a morte de duas pessoas.
COMOÇÃO: O corpo de Fabiana de Paula da Silva foi enterrado na tarde de quarta-feira (06), na cidade de Novo Progresso. O velório de Fabiana foi na casa de sua família e reuniu centenas de parentes e amigos, com muita dor e comoção. Com informações e fotos de Adécio Piran e Junior Ribeiro.
Fonte: RG 15/O Impacto

Nenhum comentário:

Postar um comentário