domingo, 3 de abril de 2016

Delegados do Pará decidem entrar em estado de greve

Assembléia dos delegados de Polícia do Pará
Assembléia dos delegados de Polícia do Pará
A Associação dos Delegados de Polícia do Pará (ADEPOL-PA), a Associação dos Delegados Aposentados e Pensionistas do Pará (ADAPPA) e o Sindicato dos Delegados de Polícia do Pará (SINDELP) decidiram entrar em estado de greve, em assembleia geral na noite de sexta-feira (1º), em Belém. Os servidores vão adotar algumas medidas antes de radicalizar, a fim de pressionar o governo.
De acordo com a Adepol, os delegados pedem o cumprimento da lei complementar que garante reajuste salarial da categoria. A lei prevê o pagamento do reajuste em sete parcelas, quatro já foram pagas, uma estava prevista para o mês de março de 2016, mas não foi paga, segundo a categoria. O pagamento só está programado para encerrar em 2018.

Durante o estado de greve, os delegados prometem suspender o plantão remunerado pelos delegados. Além disso, a categoria deve entregar um comunicado ao Governo do Estado, na próxima segunda-feira (4) comunicando do estado de greve e as medidas adotadas. Na próxima quinta-feira (7), os delegados preveem uma paralisação geral por 24 horas em todo o Estado.
Estrutura
De acordo com a categoria, a infraestrutura de trabalho e o número insuficiente de pessoal, obriga que um único delegado seja responsável por dois, três ou até cinco municípios.
Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário