domingo, 3 de abril de 2016

Universitária que se perdeu na Floresta do Tapajós é localizada

 A universitária que se perdeu na Floresta Nacional do Tapajós (Flona do Tapajós),município de Belterra, na tarde de  sexta-feira (1) foi localizada na manhã deste sábado (2). Segundo informações repassadas ao G1 pela reitora da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), Profa. Dra. Raimunda Monteiro, a jovem Brenda Letícia Rodrigues, de 21 anos, conseguiu sair da mata sozinha e chegou até a uma guarita do ICMBio, que fica no KM 72 da rodovia federal BR-163.

De acordo a reitora, a jovem aparenta estar bem e já está a caminho de Santarém. "Ela chegou andando e isso significa que aparentemente está bem. Claro que ainda estamos apreensivos porque passar uma noite na mata é uma coisa difícil, mas nós estávamos confiantes de que a Brenda estava bem pelo seguinte: ela é aluna na fase de conclusão do curso, ela faz pesquisa nessa área já desde o início e ela é monitora da turma e tem um certo preparo. Os nossos alunos da engenharia florestal recebem um treinamento básico de selva dos bombeiros. Para ser monitora ela tem algum treinamento, mas ela é uma menina e a mata é traiçoeira", explicou a Profa. Dra. Raimunda Monteiro.
Em nota oficial, a reitora da Ufopa agradeceu o empenho dos diretores, professores, e das instituições envolvidas nas buscas.
O desaparecimento foi comunicado ao Núcleo Integrado de Operações (NIOP) e ao Corpo de bombeiros em Santarém e uma equipe de militares especialistas em área de selva foi enviada apor volta de 00h30 deste sábado ao local.  Uma equipe do 8º Batalhão de Engenharia e Construção (8º BEC), a Cooperativa Mista da Flona do Tapajós (Coomflona) e comunitários também ajudaram nas buscas.Entenda
A jovem que cursa o 8º semestre se perdeu durante as atividades de aulas práticas do curso de engenharia florestal, da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa). Colegas de turma e professores sentiram falta da jovem por volta de 16h, chegaram a procurar na área, mas não a localizaram.

Nenhum comentário:

Postar um comentário