quarta-feira, 3 de agosto de 2016

No Pará, conta de luz ficará 7,55% mais cara a partir de agosto


celpaA Aneel aprovou nesta terça-feira (2) os novos índices do reajuste anual da Celpa (Centrais Elétricas do Pará), concessionária que atende 2,4 milhões de unidades consumidoras no Pará. Para os consumidores residenciais (Classe B1) o índice é de 7,55 %, aplicado a partir de 7 de agosto de 2016. Para as indústrias, o aumento será de 7,38%.

Segundo a Celpa, o reajuste deste ano ficou abaixo da inflação, que foi de 11,63% (IGP-M) e IPCA de 8,57%, e esse resultado foi possível devido ao compartilhamento com o consumidor de parte do ganho de eficiência que a Celpa obteve.

No entanto, o aumento de 2016 é um pouco maior do que o reajuste aprovado em 2015, que foi de 7,47%, que foi seguido ainda de um reajuste extra de 3,6%. Em 2014, o reajuste na conta de luz do Pará aprovado pela Aneel foi o mais alto em décadas: 34,9%, o maior desde a privatização da companhia, em 1998.

Ao calcular os índices de reajuste, a Agência considera a variação de custos que a empresa teve no decorrer do período de referência. A fórmula de cálculo inclui custos típicos da atividade de distribuição e outros custos como energia comprada de geradoras, encargos de transmissão e encargos setoriais. A aplicação do reajuste anual e da revisão tarifária está prevista nos contratos de concessão e os índices homologados pela Agência são os limites a serem praticados pelas distribuidoras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário