quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Pará: 53 assassinatos em apenas 4 dias


destaque-377337-pag-6---jader-paesFoi mais um fim de semana de extrema violência no Estado do Pará. Nossas equipes registraram entre os primeiros instantes da madrugada de sexta-feira (12) e as 20h de ontem 53 homicídios, com destaque para a noite de domingo (14), quando 11 pessoas foram mortas apenas na Região Metropolitana de Belém (RMB).
Nossos registros apontaram 9 crimes na sexta-feira (12), 14 no sábado (13), 18 no domingo (14) e ontem, feriado alusivo à Adesão do Pará à Independência do Brasil outros 12 assassinatos. Ao todo, nos últimos 3 finais de semana foram 178 as pessoas que tiveram suas vidas abreviadas por terceiros, com violência, no Pará.

Dentre os municípios paraenses, Castanhal, no nordeste do Estado, teve 5 assassinatos em 4 dias. Dois homens que haviam recebido o benefício da saída temporária da cadeia para o Dia dos Pais também perderam suas vidas.
Em Altamira, região sudoeste do Estado, Francisco Ferreira dos Santos Júnior foi assassinado na rua Três, bairro da Liberdade, 2 horas depois de deixar o Centro de Recuperação Regional de Altamira.
E em Belém, Wallace Ruan Sousa Serrão, de 22 anos, morreu na avenida Augusto Montenegro, em frente a um residencial. Levou vários tiros.
Do outro lado do Pará, precisamente em Itaituba, no sudoeste, o comerciante Wanderley José Franz, 49, foi assassinado a tiros em seu estabelecimento comercial, o “bar do Alemão”, localizado na rodovia Transgalego, 2ª Rua do bairro da Liberdade. Dentre outros, esses foram os crimes de maior violência registrado no interior paraense.
11 HOMICÍDIOS NA RMB
Peritos do Instituto de Criminalística e policiais civis da Divisão de Homicídios da Polícia Civil (DH), tiveram muito trabalho na noite de domingo (14), em Belém. Nada menos que 11 pessoas foram vítimas de homicídio.
A noite sangrenta começou na rodovia do 40 Horas, esquina com a avenida Independência, bairro do Coqueiro, em Ananindeua. Por volta das 18h, o comerciante Raimundo Brandão foi atacado no bar em que era dono. O criminosos tentou roubá-lo e acabou matando-o.
Menos de uma hora depois, mais tragédia na capital paraense: Wallace Ruan Sousa Serrão, 22, foi atacado na avenida Augusto Montenegro, em frente a um residencial no bairro Parque Verde. Levou tiros, não resistiu e morreu.
Já às 20h10, Rafael de Oliveira Roque, 27 anos, foi socorrido e levado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Sacramenta. Mas o esforço foi vão e ele também entrou para a estatística dos crimes brutais.


(J. R. Avelar / Diário do Pará)

Nenhum comentário:

Postar um comentário