O crime bárbaro que tirou a vida de três membros da mesma família - Luiz Alves, Irma Buchinger e Ambrósio Neto - e chocou moradores de Altamira, sudoeste do Pará, ganhou um novo capítulo nesta terça-feira (19).
O filho do casal, Henrique Alves, seria o quarto suspeito de envolvimento no assassinato.
A informação foi divulgada pela ATMTV, a quem a polícia teria confirmado o envolvimento de Henrique no assassinato dos pais e do irmão.
Prisão de assassinos da Família Buchinger, em Altamira
Prisão de assassinos da Família Buchinger, em Altamira
Segundo informações da Seccional Urbana de Altamira, duas prisões foram realizadas aqui na cidade, no estado de Goiás uma pessoa foi presa e uma quarta pessoa teria sido presa em Itaituba no extremo oeste do Pará. Todos são acusados de cometer o crime bárbaro que vitimou 3 membros da mesma família no dia 7 de Janeiro/2016.
Geiziane foi morta por Danielle, em Jacareacanga
Geiziane foi morta por Danielle, em Jacareacanga
Um clima de tensão tomou conta do município de Jacareacanga, sudoeste do Pará. Na noite de segunda-feira, 18, um grupo de índios da etnia Munduruku invadiu a Delegacia do Município, abriram as celas e soltaram quem estava preso.
O motivo da ação dos indígenas teria sido o assassinato de uma índia. O crime investigado pela Polícia Civil, e segundo as informações, uma mulher identificada por Danielle Castilho Varelo, 22 anos, teria efetuado vários disparos contra Andreziane que seria seu desafeto, mas dos 04 tiros efetuado por ela, apenas um teria acertado de raspão o braço de sua vítima, os outros atingiram Geiziane Kabá Munduruku, de 20 anos, que nada teria haver com a confusão.