O corpo de bombeiros está realizando uma pericia para identificar as causas do incêndio na garagem de uma distribuidora de combustíveis no bairro liberdade.  A documentação da empresa onde acidente aconteceu também está sendo verificada.
O incêndio aconteceu na segunda-feira. Foi uma madrugada de muita tensão e medo para os moradores. As grandes labaredas de fogo rapidamente se multiplicaram e foi necessário muito esforço de bombeiros militares e civis para conter o avanço das chamas para outras residências. Houve esforços concentrados de militares do 7º GBM e do aeroporto municipal, que utilizaram uma espuma concentrada, de uso exclusivo da brigada aeroportuária, para conter o fogo. Muitas pessoas ficaram amedrontadas e houve muito trabalho para conter o avanço das chamas.
A secretaria municipal de saúde vai levar para o carnaval um tema diferente este ano. O combate a dengue deve ser o foco da equipe na avenida. De acordo com as secretaria de saúde o tema tem haver com uma preocupação nacional que também deve ser trabalhada no município. São diversos focos do mosquito Aedes aegipty, especialmente com o aumento da quantidade de chuvas na cidade.
Segundo a secretaria a equipe esta no carnaval distribuindo informativos e com outros informativos visuais sobre o tema.

O nível do rio Tapajós, em Santarém, oeste do Pará, está 1,5 metro abaixo do esperado para o início de fevereiro, conforme dados da Capitania Fluvial de Santarém. Na segunda-feira (1), segundo o órgão, o nível das águas era de 2,98 metros, sendo que nos últimos seis anos a média foi de 4,5 metros.
De acordo com o capitão dos portos de Santarém, Ricardo Barbosa, o período chuvoso na região chegou com atraso, e isso pode justificar a subida lenta do rio. 'Normalmente as chuvas começam em dezembro, e nesse ano teve um fato inusitado que as chuvas atrasaram um pouco e só começaram na segunda quinzena de janeiro o que atrasou o processo de cheia do rio.
Carlos Valente foi exonerado
Carlos Valente foi exonerado
O Governo do Estado publicou no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (2) a exoneração de Carlos Guilherme Valente, diretor de planejamento do Departamento de Trânsito do Pará (Detran). Segundo denúncia publicada no jornal O Impacto de Santarém, na coluna Bocão – Edição 1072, do dia 18 de dezembro de 2015 e, também, em uma reportagem do DIÁRIO do Pará publicada no último domingo (31), agora ex-diretor foi apontado como suspeito de integrar um esquema de fraude no órgão.