236242As polícias Civil e Militar aumentaram o cerco ao bando que assaltou o Banco da Amazônia em Rurópolis, sudeste paraense. Um grupo do Comando de Operações Especiais (COE) da Polícia Militar continuam o trabalho de varredura nas matas localizadas às margens de uma estrada vicinal da cidade. A suspeita é que o grupo seja formado por entre seis a oito criminosos.

Polícia montou barreiras em vários pontos para prender os assaltantes
Polícia montou barreiras em vários pontos para prender os assaltantes
Uma Força Tarefa formada por policiais civis e militares de Belém, Santarém, Altamira e Itaituba continua empreendendo buscas a uma quadrilha que invadiu e assaltou a agência do Banco da Amazônia (Basa), por volta de 10h, de segunda-feira, 11, em Rurópolis, distante 217 quilômetros de Santarém, no oeste do Pará.
Um balanço feito por funcionários do Basa, na manhã desta terça-feira, 12, descobriu que aproximadamente R$ 300 mil foram roubados pela quadrilha de assaltantes.
Segundo testemunhas, havia muitos clientes na manhã de segunda-feira, na agência fazendo transações bancárias, quando cerca de 8 homens fortemente armados, chegaram em duas caminhonetes, anunciaram o assalto, roubaram o dinheiro e levaram três pessoas reféns, entre elas, o gerente do banco.
Professor Abel Huyapuan de Sá Almeida
Professor Abel Huyapuan de Sá Almeida
Embora ainda muito jovem completa apenas 13 anos de atividade em 2016, a Faculdade de Itaituba(FAI) em muito tem contribuído para Itaituba e região na formação educacional em nível superior oferecendo uma gama importante de cursos. No total, de 2007até 2016 a instituição já conta com 1.182 formados graduados espalhados pelo País, exercendo variadas atividades.
No último sábado, dia 09, a FAI promoveu mais uma solenidade de formatura contemplando duas novas turmas de bacharéis em Ciências Sociais aplicadas nas áreas de Administração de Empresas, Ciências Contábeis, Pedagogia, Letra e História.