Militares do Grupamento Tático Operacional (GTO) do 3º Batalhão de Polícia Militar (3º BPM) de Santarém, oeste do Pará, abordaram um carro na manhã desta quarta-feira (20), no bairro Cambuquira, na rodovia federal BR-163, próximo a serra do Piquiatuba, após denúncias de que o motorista era suspeito de dar apoio na fuga de um dos assaltantes do Banco da Amazônia, que ocorreu em Rurópolis no dia 11 de abril. A denúncia foi de que o criminoso estaria vindo para Santarém.
Usina de São Luiz do Tapajós
Usina de São Luiz do Tapajós
O Ministério Público Federal (MPF) encaminhou ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) ofício em que pede posicionamento da autarquia sobre pareceres da Fundação Nacional do Índio (Funai) que apontam inconstitucionalidade do projeto da usina hidrelétrica São Luiz do Tapajós, no Pará.
Enviado à diretoria de licenciamento ambiental do Ibama, o questionamento do MPF foi assinado nesta terça-feira, 19 de abril, data em que a Funai finalmente publicou no Diário Oficial da União o Relatório Circunstanciado de Identificação e Delimitação (RCID) da Terra Indígena Sawré Muybu (http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?data=19/04/2016&jornal=1&pagina=33&totalArquivos=84). A publicação do relatório vinha sendo adiada desde 2013, o que motivou ação judicial do MPF e determinação de multa à Funai pela Justiça Federal.
Exploração madeireira na Flona Crepuri
Exploração madeireira na Flona Crepuri
A Justiça Federal suspendeu dois contratos que permitiam a exploração madeireira da Floresta Nacional (Flona/Crepori), no sudoeste do Pará. A suspensão será mantida até a elaboração de estudo antropológico que defina as características dos povos existentes na floresta.
A decisão liminar (urgente) é do juiz federal em Itaituba, Paulo César Moy Anaisse, e foi publicada no dia 14 de abril. Para o juiz federal, são necessários estudos técnicos mais aprofundados para verificar se as comunidades localizadas na floresta são ou não tradicionais.
Caso ficar comprovado que áreas da Flona são ocupadas por indígenas, ribeirinhos ou outras comunidades tradicionais, essas áreas não poderão fazer parte da concessão florestal promovida pelo Serviço Florestal Brasileiro (SFB).
Dinheiro recuperado do assalto ao Basa de Rurópolis
Dinheiro recuperado do assalto ao Basa de Rurópolis
A Polícia Civil intensificou, na última terça-feira, 19, as investigações para identificar o restante do grupo criminoso que assaltou a agência do Banco da Amazônia (Basa), em Rurópolis, oeste paraense. Durante as buscas, na segunda-feira, 18, quatro homens que integravam a associação criminosa, trocaram tiros por duas vezes com policiais nas matas da zona rural do município, e morreram durante o confronto.
Com os criminosos, quatro armas de fogo, sendo um revólver, duas pistolas e um fuzil, foram apreendidas.