Por Jota Parente- A partir desta edição, até chegarem as eleições, o Jornal do Comércio abre espaço para os pré-candidatos majoritários e proporcionais de Itaituba, para que eles possam expor suas propostas e ideias, contribuindo para que o eleitor possa conhecer os que propõem serem seus representantes. Abre essa seção, o jornalista Diego Mota, que foi candidato na eleição de 2012, tendo obtido boa votação.
JC - Por que você quer ser vereador?
Diego - Vejo que a população é carente de pessoas comprometidas com os mais necessitados; de políticos que respeitem o próximo e que saibam dar valor à confiança dos mais humildes. Compreendo que a política deve ser tratada de maneira séria e que valores como a moral e a ética não podem ser desprezados por interesses escusos e pessoais.
Meu interesse ao ingressar na carreira política, como postulante a uma cadeira de vereador, é contribuir para a melhoria da cidade que escolhi para morar, município este que me acolheu de braços abertos e me deu oportunidade de construir uma família, uma carreira e um nome de respeito. Tenho um histórico em defesa de nossa cidade, seja como profissional, militante de entidades ou como cidadão, e quero uma Itaituba melhor para todos nós. Vejo a política como um instrumento de conquistas para o nosso povo. Por esse motivo estou colocando meu nome novamente à disposição do eleitorado Itaitubense.  
JC - Como você avalia sua primeira experiência como candidato a vereador?
Diego - Marinheiros de primeira viagem tropeçam em muitas questões e no meu caso não foi diferente.  Houve falhas de estratégia, planejamento e organização. A equipe era reduzida e os recursos escassos. Porém, fizemos uma campanha humilde e pé no chão, e mesmo assim alcançamos 510 votos.
Nesta sesta feira (8) por volta das 21h30 foi preso na entrada do residencial Viva Itaituba Wellington Pereira de Araújo, 22. Com ele foi apreendida uma pistola 380, Taurus, com 6 munições. Wellington, que era irmão de Hudson, também ladrão, que morreu num confronto com a PM, é suspeito de ter cometido assaltos nesta noite, inclusive, a sua prisão se deu durante ronda da guarnição dos sargentos Ezaquiel, Mirlandi e cabo Eronias que procuravam dois suspeitos de prática de assalto no bairro conhecido como REICON. Foi apreendido também com ele um celular que seria produto desse assalto. Na abordagem um dos suspeitos, que estaria na moto, que também foi apreendida, conseguiu fugir.
Quadrilha de desmatamento ilegal e grilagem de terras no Pará foi desbarata
Quadrilha de desmatamento ilegal e grilagem de terras no Pará foi desbarata
O pecuarista Antonio José Junqueira Vilela Filho, conhecido como AJ Vilela, se entregou na sexta-feira à Polícia Federal em São Paulo. Ele era o alvo principal da operação Rios Voadores, deflagrada pelo Ministério Publico Federal, PF, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Receita Federal. AJ é apontado como chefe de um esquema de desmatamento ilegal e grilagem de terras no interior do estado do Pará.
Deputado Wladimir Costa (Solidariedade/PA) discursa durante sessão de discussão do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff no plenário da Câmara, em Brasília (Foto: Gustavo Lima/Câmara dos Deputados)
O deputado federal Wladimir Costa (SD-PA) teve o mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA), em julgamento realizado nesta sexta-feira (8), na Plenária do tribunal, em Belém. A Corte julgou a arrecadação e gastos ilícitos na campanha eleitoral do deputado, que ainda pode recorrer da decisão no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O G1 tenta contato com a assessoria do partido Solidariedade e com Wladimir Costa.

Prefeita Eliene Nunes e secretário de Obras do Estado, Kleber Menezes, quando assinavam convênio da Obra
Prefeita Eliene Nunes e secretário de Obras do Estado, Kleber Menezes, quando assinavam convênio da Obra
No município de Itaituba, no oeste do Pará, tudo que é anormal transparece normal pela falta de transparência de como ocorrem. Ano passado a prefeita Eliene Nunes participou de uma solenidade política festiva com a presença do Governador em exercício e Lideranças Mundurucu, quando em meio a flash e discursos de entusiasmos foi anunciado finalmente o asfaltamento da Estrada do Bis.  Foi assinado o convênio entre o Estado e a empresa Via Oeste.
O diretor da empresa, o Governador e a Prefeita anunciaram o início das obras que no papel era uma coisa, mas na prática está sendo outra. A obra foi iniciada, mas logo parou. A explicação dada pelo secretário de Obras Kleber Menezes, é que o Estado estava devendo a empresa licitada, mas que a empresa já deverá ser paga para que reinicie os trabalhos